Educaedu Comunidade Mundial de Educação

Entrevista de ingresso para Pós-Graduação ou Mestrado

Não é preciso ficar nervoso antes da entrevista de seleção para entrar em uma pós-graduação, mestrado ou doutorado. Como este é o passo decisivo depois da prova e da análise do currículo, o mais importante é justamente se tranqüilizar para estar confiante e poder impressionar o professor ou coordenador do departamento que conduz a entrevista.

Para ajudar na preparação para o dia “D”, decidimos dividir aqui a experiência de Renato Ramos Massaro, candidato aprovado no mestrado de Análises Clínicas e Toxicológicas da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP), que recebeu uma bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Bolsista da Fapesp, Renato analisa células no laboratório de Ciências Farmacêuticas da USP.

Bolsista da Fapesp, Renato analisa células no laboratório de Ciências Farmacêuticas da USP.

Educaedu: Em que consiste sua pesquisa?

Na verdade meu trabalho é algo bem amplo e tem relação com patologia, mais especificamente com câncer. O tempo recomendado para o mestrado é de 24 meses, podendo se estender até 30 no máximo. Eu fiz em 27, com bolsa da Fapesp durante 24 meses.

Educaedu: Como você decidiu participar da seleção?

Eu já fazia iniciação científica no laboratório da USP e minha orientadora sugeriu que eu me inscrevesse. Ela queria que eu fizesse doutorado, mas eu quis fazer mestrado. Então, escrevi o projeto, consegui um orientador que o assinasse e me entrei no processo seletivo.

Educaedu: E como é o processo?

São três provas. A primeira é a de inglês, na qual o mínimo necessário é 60% de acerto. Depois tem uma prova específica com 30 questões de distintas áreas (biologia molecular, bioquímica, citologia clínica, imunologia, microbiologia, etc), das quais se escolhe 5 para responder. Por último, uma entrevista com professores sobre você e seu projeto.

Educaedu: Quais são suas dicas para as entrevistas de seleção?

Estude bem o seu projeto: É importante estar preparado para responder com propriedade qualquer dúvida que tiverem.

Esteja atualizado: Conhecer ao máximo a literatura relacionada ao tema te dá base para argumentar sobre a metodologia que será usada no desenvolvimento da pesquisa.

Saiba o que está fazendo: Uma das principais preocupações do entrevistador é que os candidatos tenham bem claros – e possam expressar com persuasão – os objetivos e a relevância do trabalho que está propondo.

Educaedu: Quem te entrevistou?

Foram 3 professores da instituição, dos quais uma já me conhecia.

Educaedu: Como foram as entrevistas?

Algumas duraram mais de meia hora e uma apenas 10 minutos, pois a pessoa já conhecia um trabalho que eu tinha desenvolvido no departamento. As perguntas basicamente foram relacionadas a por que eu queria fazer mestrado em vez de tentar diretamente um doutorado, se eu faria o curso mesmo sem a bolsa da Fapesp, por que tinha escolhido aquele projeto e por que acreditava ter capacidade para desenvolvê-lo. Fora isso, me pediram para resumir os meus objetivos e explicar quais metodologias usaria para alcançá-los.

Educaedu: Em algum momento você se atrapalhou ou se arrependeu do que disse?

Respondi tudo de forma firme e, como estava aberto a críticas e sugestões, acho que gostaram da forma com que argumentei na entrevista.

Tags: , , ,


Comments are closed.